segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Creme de custard com bolacha maria e pinhões


A farinha custard é para mim uma descoberta recente.  Li imenso obre esta farinha e as suas muitas aplicações e finalmente , quando a encontrei à venda não resisti a comprar.

Tenho-a usado em sobremesas diversas e esta foi uma delas. Uma das primeiras receitas que fiz foi a receita que vinha na embalagem. 

Gostei muito deste creme, fica  muito bom e é  muito fácil de fazer. Só me falta experimentar usar a custard em bolos, de certeza que deve ficar uma delicia.

Usei taças bastante grandes, mas esta quantidade deve dar para umas 6 taças pequenas.



Ingredientes

0,5 lt leite meio gordo
2 colheres e meia sopa de farinha custard
3 colheres sopa de açúcar
1 casca de limão
50 g manteiga
1 pau de canela
bolachas maria qb
pinhões qb



Confecção

- A frio junte a farinha com o leite e mexa até se dissolver.

- Junte o açúcar, a casca de limão e o pau de canela e mexa bem.

- Por fim junte a manteiga e leve ao lume brando.

- Vá mexendo sempre até o creme começar a engrossar.

- Quando o preparado ficar cremoso , desligue o lume.

- Coloque o creme em taças pequenas ou numa taça grande.

- Esmague bolacha maria e coloque por cima do creme.

- Junte uns pinhões e leve ao frio cerca de 45 minutos.



6 comentários:

  1. hum!que delicia!ainda não me aventurei com essa farinha!

    ResponderEliminar
  2. Aventura-te sarokas, que é uma delicia!!!bjos

    ResponderEliminar
  3. Estás com mais sorte que eu... ainda não encontrei esta farinha!

    ResponderEliminar
  4. Dantes usava bastante farinha custard para fazer creme ,fica uma maravilha, adorei esta sobremesa os pinhoes ficaram muito bem.
    bjs

    ResponderEliminar
  5. No passado Domingo também comprei uma embalagem de farinha custard e já a experimentei nuns biscoitinhos e ficaram bem saborosos! Mas este creme está com óptimo aspecto, vou ter que experimentar!

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita. Deixe o seu comentário, é sempre bem-vindo a este cantinho. Responderei assim que poder.