quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Gnocchi com atum e delicias do mar


Trata-se de pequenos bolinhos confeccionados com batata,farinha e ovo , acompanhados geralmente com carne picada e molho de tomate ,de origem italiana,carregado de histórias e lendas,mas sobre isto falaremos no final da receita.

Foi a 1ª vez que comi gnocchi e decidi fazê-lo com um molho de atum e delicias do mar e ficou muito bom. Para a próxima experimento fazer com carne, como manda a receita tradicional.

Ingredientes para 2 pessoas

250 g de gnocchi
2 latas de atum
6 palitos de delicias do mar
1 pacote de natas 200 ml
1 colher de sopa de polpa de tomate
1 cebola pequena
azeite

__________________________

queijo ralado para polvilhar




Confecção

- Comece por fazer o molho. Pique finamente a cebola e aloure-a no azeite em lume brando, juntando também a polpa de tomate.
- Escorra o atum e junte-o ao preparado de tomate. Deixe tomar gosto uns minutos.
- Junte as natas e as delicias do mar desfiadas e deixe o molho engrossar.
- Coza o gnocchi em água temperada de sal. Quando os gnocchis vierem ao de cima, estão cozidos.
- Coloque-os no prato e cubra com o molho.
- Polvilhe com o queijo ralado e sirva quente.

___________________________________________________

Um pouco de história sobre... o gnocchi.


Existe uma lenda que associa o gnhocchi à sorte, se comido no dia 29 de acda mês. Na origem desta lenda conta-se que num dia 29 chegou um frade a uma aldeia italiana, pedindo comida a uma família bastante pobre, que apesar da extrema carência, não negou de comer a este frade.

Assim,  repartiram o gnocchi, ficando cada pessoa com sete pedacinhos. Após saborear o delicioso gnhocchi , o frade agradeceu e partiu. Quando foram recolher os pratos, descobriram que em baixo de cada um havia bastante dinheiro.

A partir daí, ficou como tradição,durante muito tempo, todos os dias 29 comer 7 pedaços de gnocchi,colocar uma moeda debaixo do prato  para dar sorte para o resto do mês, até ao outro dia 29 do mês seguinte.

O gnocchi começou a ser elaborado com várias farinhas, sobretudo de trigo, arroz e inclusive com miolo de pão. Misturadas com água, temperadas com sal e cozidas na água, esta era a receita base.

Com o avançar dos tempos, a receita base transformou-se e hoje encontramos já gnocchis de espinafre, queijo, castanha, carne ou peixe. Após a introdução do milho na Itália, em meados do século 16, surgiu o gnocchi de polenta. Mas foi a chegada da batata, entre os séculosXVI e XVII , que mudou a história do prato.Tornou-se seu ingrediente supremo, embora continuem prestigiados os nhoques de farinha de trigo e semolina.

Os sicilianos criaram uma receita exemplar: gnocchi feito á base de farinha de trigo e ricota de ovelha, sendo o molho feito com passas,, manjericão fresco e "pinoli". A receita roamna leva semolina, e cozinha os gnocchi em leite, levando-o depois ao forno com queijo parmesão.

No passado, o gnocchi era uma preparação característica das cozinhas do norte e centro da Itália. Hoje, caiu em domínio nacional. Venceu até a resistência dos napolitanos, adeptos irredutíveis do esparguete e outras massas de fio longo.

6 comentários:

  1. já provei com carne picada, mas assim com delicias do mar também deve ser maravilhoso, mesmo de se tirar o chapeu.

    bjinhos

    ResponderEliminar
  2. obrigada luisa e ana.
    gostei muito deste pratinho,mas tenho mesmo que experimentar com carne.

    ResponderEliminar
  3. Nunca experimentei mas é uma boa sugestão , bjs

    ResponderEliminar
  4. obrigada argas e gina. é uma refeição prática e muito saborosa.

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita. Deixe o seu comentário, é sempre bem-vindo a este cantinho. Responderei assim que poder.