quinta-feira, 3 de março de 2011

Chapati

Comprei um pequeno livro de culinária chamado Destinos Saborosos Ìndia no qual algumas receitas me chamaram a atenção. Foi o caso desta receita de pão, chapati, muito fácil de fazer e que não posso negar o fascínio que toda a confecção e resultado tiveram em mim.

A história do pão é algo que me fascina bastante,porque desde os primórdios das primeiras confecções de pão até á actualidade, o ser humano nunca parou de criar novas formas de pão. Mas a realidade é que os primeiros pães da história nada mais eram que farinha, água, sem levedarem e cozidos sobre pedras quentes.

Pois foi este o pão que tive a possibilidade e o prazer de confeccionar: um pão que não leva fermento, só água e farinha e que é confeccionado sobre uma frigideira quente. Só isso, nada mais e devo dizer que deu origem a  um delicioso pão, que em tudo me recordou o pão de pitta shoarma que compramos.

O chapati trata-se de um tradicional pão indiano feito sem fermento. Presente sempre na refeição principal. Pode-se colocar uma porção de subji (vegetais cozidos) e arroz enrolados dentro do chapati. Também se consomem  cortados em pedaços com a mão e utilizado para pegar os alimentos como se fosse uma colher.




Ingredientes para 4 pessoas

2 chávenas e meia de chá de farinha
1 chávena de chá de água
farinha qb
1 pitada de sal (eu acrescentei à receita)




Confecção

- Coloque a farinha numa taça. Vá juntando água à medida que a vai misturando. Quando a água estiver toda incorporada, amasse bem o preparado. Tape a taça com um pano húmido e deixe a massa repousar por 30 minutos.
- Aqueça uma frigideira de fundo bem espesso e quando estiver quente, baixe o lume.
- Retire um pedaço de massa e, numa superfície polvilhada com farinha, faça um rolinho. De seguida pressione esse rolinho até obter uma forma de disco oval e a massa se colar á bancada. Repita o processo até esgotar a massa.
- Coloque um ou dois chapatis de cada vez na frigideira e deixe-o dourar. Faça o mesmo do outro lado.
- Cerca de 30 segundos depois o pão começará a formar bolhas. Vire-o mais uma vez.
- Cada chapati demora apenas uns minutos a fazer.
- Sirva quentes . Eu servi com molho de alho e uns cogumelos salteados com cominhos e açafrão, receita que publicarei a seguir.






Saiba mais sobre... Culinária Indiana

A culinária indiana é a terceira mais popular do mundo. É baseada nos mesmos conceitos milenares de equilíbrio e harmonia que formam a base da filosofia do Yoga e ensina que cada ato na vida, inclusive o de comer, deve ser um processo consciente que proporcione a integração do ser como um todo.

Rica em especiarias, sabores e aromas e extremamente cremosa, a culinária indiana apresenta-nos pratos deliciosos e feitos com arte.  O sempre popular Tanduri ( frango, carne ou peixe temperados com ervas aromáticas e assados em forno de barro ) e os Kababs são especialidades do norte. No sul, você não pode deixar de experimentar o "chutney" de coco, nem o "sambar" com "idli"ou o "masala dosa" ( feitos com arroz fermentado e lentilhas ). Há também pratos extraordinários como o "vadasambar", o "bajji", o "raitas" ( iorgute com pepinos e menta ). O coco é um ingrediente importante da cozinha do sul da Índia. Na costa oeste, há uma grande variedade de peixes e mariscos : o pato de Mumbai ( peixe conhecido como Bombloe, frito ou com curry ) e o "pomfret" ( salmão indiano ) são algumas entre as muitas especialidades.

Outras são o Dhan Sak ( cordeiro ou frango feito com lentilhas, ao curry ), o Parsi e o Vindalu na salmoura. O peixe também é importante na cozinha de Bengala, um exemplo é o Dahi Mach ( peixe ao curry com iorgute, comsabor de curcuma e gengibre ) e o Mailai ( lagostins ao curry, com coco ). No sul da Índia, a base da alimentação é o arroz, e no norte, são as tortas, como os Puris, os Chapatis e o Nan. Também é muito comum, o iorgute acompanhado de curry ou de uma variedade de "Lassi", açucarado ou com "masala".


Os principais doces são pudins feitos com leites, torytas e crepes. Em toda a Índia, pode-se saborear o Kulfi ( um sorvete típico indiano ), Rasgullas ( bolas de creme de queijo com sabor de água de rosas ), Gulan Jamuns ( farinha e leite com xarope doce ) e Jalebi ( lentilhas fritas, banhadas em caramelo ). Além disso, há uma grande quantidade de frutas tropicais e da zona temperada


Há também uma grande variedade de petiscos irresistíveis em cada esquina, como os Samosas, frituras, Dosa e Vada. Os turistas mais conservadores podem conseguir comida ocidental, em qualquer restaurante. O chá é a bebida favorita dos indianos, e suas variedades são famosas em todo o mundo. Geralmente, são preparados com açúcar e leite. O café é muito popular no sul. Existem bebidas refrescantes como o Nimbu Pani ( refresco de limão ), o Lassi ( creme de leite mesclado ) e a água de coco.




Fonte: Culinária Indiana

6 comentários:

  1. delicioso!comi muito pão desse em Marrocos!delicioso, com o azeite deles... hummmmmm!!!!

    ResponderEliminar
  2. olha por acaso tambem me fascina esta cozinha. nao sei se por os vario programas que ja vi e que adoro sempre tudo o que fazem
    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Vânia,
    A-D-O-R-E-I esta receita. O maridinho adora pãozinho deste género, mais crocante, pelo que tenho a certeza que vai delirar com estes chapatis :)

    ResponderEliminar
  4. fiquei com água na boca, esta vou ter mesmo que experimentar em breve.

    ResponderEliminar
  5. Experimentem! Além de fácil de fazer, toda a confecção é muito engraçada. Já tenho agenaddaos umas pittas com este pão.

    bjos e obrigada pela visita

    ResponderEliminar
  6. Ficaram lindos seus pães Vânia, parabéns, fiquei até com água na boca aqui! Beijos

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita. Deixe o seu comentário, é sempre bem-vindo a este cantinho. Responderei assim que poder.