quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Borrego frito em cama de risotto de cenoura e courgette em Dueto na cozinha com ...


Apresentamos mais um dueto e nesta semana o ingrediente escolhido foi o borrego. Uma carne de sabor especifico que precisa de ser bem temperada e bem cozinhada, adorada por uns, odiada por outros.

Se bem temperada pode ser uma refeição deliciosa e presta-se a inúmeras receitas. Frito e assado são as formas que amis gosto de confeccionar esta carne. Combina bem com alhos, louro, pimentão, alecrim, vinho branco ou tinto.

Aqui fica mais um Dueto na Cozinha realizado por mim e pela minha irmã do blogue Cozinha com Arte.





Receita para 3 pessoas
Grau de dificuldade: Médio
Tempo confecção: 1 h

Ingredientes

Carne

500 g carne de borrego (costelas ou outra a gosto para fritar)
2,5 dl vinho branco
3 dentes de alho
2 folhas de louro
1 colher sopa azeite
1 haste de alecrim
1 pitada de sal
1 colher chá de pimentão doce
1 colher café mostarda em pó
2 limões


Risotto

120 g arroz arboreo
1 courgette
2 cenouras médias
1/2 cebola média
1 dl azeite
1 caldo knorr natura de legumes
1 lt água
1 pitada de flor de sal
1 colher sopa manteiga
1 colher sopa queijo creme tipo Philadelphia




Confecção

- De véspera ou com algumas horas de antecedência  faça uma boa marinada para o borrego. Coloque a carne numa tigela e regue-a com o sumo dos 2 limões, os dentes de alho esmagados com a casca, o louro e o vinho branco. Deixe tomar gosto no frigorífico.

- Na altura de confeccionar a carne deite o azeite numa frigideira e junte-lhe os alhos da marinada. Aqueça em lume baixo e junte de seguida a carne, juntamente com a marinada. Tempere de sal, polvilhe com o pimentão doce e a mostarda em pó e tape a frigideira. Mantenha o lume baixo e deixe a carne cozinhar, mexendo de vez em quando para tomar sabor de forma uniforme. O molho acabará por evaporar e a carne fritará no final ganhando cor, nessa altura pode passar o lume para médio, vigiando para que não queime. No final da confecção da carne coloque a haste de alecrim no meio, tape novamente a frigideira e de lume apagado, deixe tomar gosto. Enquanto a carne frita prepare o risotto.




- Corte finamente a cebola e leve-a a alourar no azeite, em lume baixo, para não queimar. Descasque a cenoura e corte-a em juliana grossa manualmente. Lave a corgette e corte-a também em juliana mas com a casca. Junte os legumes ao preparado anterior e deixe cozinhar uns 3 minutos em lume brando mexendo de vez em quando.




- Seguidamente junte o arroz, mexa para o distribuir e deixe fritar, em lume brando, uns 3 minutos. Entretanto vá preparando o caldo. Aqueça à parte 1 lt de água com o caldo knorr natura até este se desfazer e a água ferver.




- Junte então a primeira concha de caldo . Mantenha o lume médio e vá juntando caldo cada vez que este se evaporar. Mexa o arroz para verificar que não se pega ao tacho. Repita esta operação até verificar que o arroz está cozido, mas conte com cerca de meia hora em lume médio/baixo. Tempere de sal a gosto no final por causa do caldo.




- Assim que verificar que o arroz está cozido baixe o lume para o minimo. Incorpore então a manteiga com o auxilio de uma colher de pau e envolva bem. Repita a mesma operação com o queijo creme e envolva bem. Desligue então o lume.




- Sirva o borrego frito por cima de uma porção de risotto de cenoura e corgette.





8 comentários:

  1. Esse prato ficou uma delícia,só de olhar já me cresceu água na boca.
    Muito bom mesmo.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Ficou bem cremoso esse risotto :).. Bela refeição
    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Ficou com óptimo aspecto! O risotto deve ter ficado delicioso... :)

    ResponderEliminar
  4. Que bela refeição, cá em casa apreciamos muito a carne de borrego, ficou bem apetitosa! E o risotto, simplesmente maravilhoso...Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Já comi borrego quando vivi no Alentejo estava muito bem preparado, mas para te dizer que ainda não me atrevi a confessionar essa dita carne. Tem mesmo que ser muito bem preparada e por outro lado aqui nos Açores não é muito comer comer borrego.
    Gstei imenso da tua receita e já sei que se um dia tiver a oportunidade de confessionar borrego já sei onde ir.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Este podia perfeitamente ser o meu jantar, não me importava nada, esta com um aspecto delicioso.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  7. Eu gosto bastante de borrego, costumo fazer cá em casa e todos apreciamos. A tua sugestão é óptima!

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita. Deixe o seu comentário, é sempre bem-vindo a este cantinho. Responderei assim que poder.