quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Tarte de carne picada, chourição e queijo da ilha em Dueto na Cozinha com...

Apresentamos mais um Dueto na Cozinha entre o blogue Cinco Sentidos na Cozinha e Cozinha com Arte. Desta vez o ingredientes escolhido foi a massa folhada.

Podiam ser mil as sugestões de receitas com massa folhada, mas acabei por fazer esta tarte salgada para um jantar que ficou muito boa e é muito prática de se fazer.

Resultou numa tarte deliciosa, cuja mistura de sabores se revelou uma agradável surpresa. Aqui fica a sugestão para mais um dueto que espero que apreciem!




Tarte de carne picada, chourição e queijo da ilha

Receita para 3 /4 pessoas
Grau de dificuldade: Fácil
Tempo confecção: 45 minutos

Ingredientes

1 base massa folhada (Marca Continente)
200 g carne de vaca  picada
1 colher chá margarina
1 fio óleo ou azeite
1 pitada de sal
2 colheres sopa polpa tomate
1 colher café açúcar
6 fatias de chourição
80 g queijo da ilha
azeitonas pretas qb



Confecção

- Estenda a massa folhada sobre um tabuleiro previamente untado com um pouco de óleo.

- Misture a polpa de tomate com o açúcar e barre, com o auxílio de um pincel, a massa folhada.

- Prepare a carne. Derreta a margarina com o óleo numa frigideira e frite a carne com uma pitada de sal. Não deixe fritar em demasia , pois ainda irá ao forno.

- Desligue o lume e deixe a carne arraefecer um pouco. Seguidamente espalhe a carne por cima da massa folhada e espalhe depois 3 rodelas de chourição por cima, cortadas em metades.

- Rale o queijo da ilha e cubra a tarte com este. Disponha as restantes rodelas de chourição e espalhe algumas azeitonas por cima.

- Polvilhe com alguns oregãos e leve a forno pré-aquecido a 220º cerca de 30 a 35 minutos ou até o queijo estar derretido.

- Sirva acabada de sair do forno, ainda quente.

Nota: Servi com uma salada de alface, tomate e pessêgo, temperada com flor de sal , azeite e vinagre balsâmico.




5 comentários:

  1. Que delícia! Gostei muito da tua sugestão, faz-me lembrar uma pizza, mas com massa folhada fica ainda melhor:)

    ResponderEliminar
  2. Nem é tarde nem é cedo, é já hoje....parece tão fácil e tão gostoso. Tenho todos os ingredientes, vou fazer esse prato para o jantar, estou curiosa para ver o resultado, depois te conto!!Adorei esse blog, comidinha caseira é sempre uma mestria, um dom, e aqui se nota bem que os 5 sentidos estão apuradíssimos.

    Vou voltar mais vezes, meus filhos vão agradecer, tenho a certeza...eheheh...

    p.s. essa salada com pêssego,excelente ideia, estou até com água na boca, só não consegui identificar a flor de sal, será que encontramos em qualquer lugar?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Belo dueto! Adoro comidinha de forno. Esta sugestão parece-me muito bem.

    ResponderEliminar
  4. obrigada pela visita e comentários. Fica muito boa estar atrte e podem rechear com o que quiserem.


    Libel, quanto à flor de sal é uma variedade de sal que se compra. Tratam-se dos cristais de sal que se formam à superficie das salinas. È recolhida manualmente com instrumento próprio que nunca toca o fundo.

    È seco ao sol e não sofre mais processamento nenhum. È também mais caro que o sal comum, mas o sabor e qualidade acaba por compensar.

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita. Deixe o seu comentário, é sempre bem-vindo a este cantinho. Responderei assim que poder.