quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Peixinhos da horta

Sempre me recordo dos meus pais me falarem desta receita. A cozinha tradicional portuguesa é riquíssima neste tipo de receitas, muito saborosas, mas feitas com os escassos recursos a que nós portugueses sempre fomos habituados.

Adoro ouvir as pessoas mais velhas contarem as receitas e como cozinhavam há 40/50 anos atrás. Aproveitava-se essencialmente o que a natureza dava, os ingredientes mais baratos e de fácil acesso, faziam-se receitas que rendessem porque as famílias eram numerosas e acima de tudo criavam-se maravilhas com muito pouco.

Depois tudo tinha a ver com o local onde viviam,zonas mais cosmopolitas ou mais rurais, profissões dos familiares,rendimentos, etc. O que nos deixaram estes antepassados foi uma cozinha riquissíma em sabores inesperados  e a magia de se fazerem refeições com ingredientes tão simples que por vezes nos esquecemos que somos um país com uma gastronomia maioritáriamente criada por pessoas de parcos recursos, que aproveitavam o que havia em excesso para criar as mais diversas receitas.

È o caso destes peixinhos da horta.  Haverá maior simplicidade que um  prato de peixinhos da horta acompanhado com molho de tomate?

Tinha comprado num senhor um molho de feijão verde biológico ,da sua horta, que achei que feijão tão tenro e saboroso só podia ter um fim meritório, como esta receita que lhe conferiu toda a dignidade!


Receita para 3 pessoas
Grau de dificuldade: Fácil
Tempo confecção : 30 minutos

Ingredientes

200 a 250 g feijão verde
1 pitada de flor de sal
200 ml leite meio gordo
2 ovos
3 colheres sopa farinha trigo sem fermento
óleo Espiga para fritar




Confecção

-  Comece por colocar num tacho água com uma pitada de sal e leve ao lume até ferver. Quando começar a ferver introduza o feijão verde, devidamente lavado e se for muito grande, cortado ao meio.

- Deixe cozer uns 7 minutos no máximo ou até verificar que está cozido mas não em demasia. Retire do lume, escorra - o bem e passe imediatamente por água fria para interromper a cozedura.

- Entretanto prepare o polme. Misture a farinha no leite e mexa bem para dissolver qualquer grumo que se forme. Junte os ovos e tempere com flor de sal.

- Mexa novamente muito bem para que os ingredientes liguem bem. deve obter um polme liso,nem demasiado espesso, nem demasiado liquido,por isso se necessário, acrescente mais leite ou mais farinha.

- Aqueça o óleo num tacho pequeno e quando estiver bem quente passe então o feijão verde pelo polme e coloque a fritar. Retire do óleo quando estiver alourado e coloque a escorrer. Repita a operação até terminar o feijão verde.

- Sirva os peixinhos da horta com um molho de tomate caseiro( que poderá fazer com cebola, azeite e tomate maduro, que vai ao lume a cozinhar uns 10 minutos em lume brando e é depois triturado)  ou ketchup .




Notas: Sobre esta receita já ouvi diversas versões. Esta apresentada é uma delas,mas existem outras. Há quem conte que o polme era feito com água, outros faziam-no com cerveja. Há também quem conte que o feijão verde era cortado ao meio e frito, tipo pataniscas, em molhos de 3.

6 comentários:

  1. Um petisco que me agrada imenso, são tão bons!

    ResponderEliminar
  2. Por acaso nunca experimentei, mas fiqei curiosa, pois parece me bom :)

    ResponderEliminar
  3. Que belo pratinho de peixinhos da horta! Ficaram mesmo apetitosos :)

    ResponderEliminar
  4. Olá, Vânia!Que óptima sugestão da nossa gastronomia, além do óptimo texto a acompanhar!A maior parte destas receitas tradicionais, embora feitas com ingredientes simples e baratos são deliciosas. Fizeste muito bem em cita-la, há que recuperar a imaginação e os valores genuínos da nossa gente, que se reflecte na cozinha variada que temos.
    Gostei muito e agora estamos no tempo certo para confeccionar este prato.
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita. Deixe o seu comentário, é sempre bem-vindo a este cantinho. Responderei assim que poder.