sábado, 21 de abril de 2012

Filetes de Tainha panados com açorda de poejos



























A Tainha é provavelmente um dos peixes mais desprezados em Portugal. Muito porque algumas das espécies de Tainha (de rio principalmente) se alimentam de tudo o que apanham e os rios cada vez mais poluído não lhe conferiam bom sabor.

O mesmo se passava no mar, com o sabor a petróleo. por estas razões tonou-se um peixe pouco usual de encontrar à venda. Eu própria nunca tinha comido Tainha até que um conhecido que pesca como passatempo me trouxe duas Tainhas fresquíssimas, ainda  a cheirar a mar e me disse para experimentar

Há quem as faça assadas no forno, mas ele aconselhou-me a experimentar fritas ( na sua etimologia grega Tainha significa peixe para fritar) e decidi fazer filetes. Foi uma óptima experiência, pois é um peixe saboroso, firme e fica muito bem frito. Para terminar a experiência uma açorda de poejos, erva aromática que nunca tinha experimentado. A receita da açorda é tal como a minha avó fazia.

Receita para 2 pessoas
Grau de dificuldade - médio
Tempo preparação- 35 m
Custo- baixo

Ingredientes
  • 2 Tainhas com cerca de 800 g cada
  • sal 
  • 2 dentes de alho
  • 1 c. sopa de vinagre de sidra
  • 1 ovo
  • farinha q.b. para panar
  • sobras de pão duro (cerca de 1/2 pão alentejano)
  • 1 raminho de poejos frescos
  • 2 dentes de alho
  • uma folha de louro
  • água q.b.
  • 1 fio de azeite
  • sal
  • 2 ovos


Preparação

1. Comece por arranjar o peixe (neste caso foi necessário pois veio directamente do mar para mim). Escame-o, limpe-o e prepare os filetes. Como nunca tinha feito filetes e, é sempre bom aprender porque sai mais barato que comprar os filetes já prontos,  deixo aqui um site com dicas para aprenderem também.  Uma boa faca é essencial para fazer filetes de peixe em casa. Como fazer filetes de peixe

2. Depois dos filetes arranjados lave-os bem e coloque-os numa taça a tomar gosto com sal, o vinagre e os alhos finamente picados

3. Prepare a açorda. Corte o pão (manualmente) e coloque-os numa taça larga com água acima do pão. Deixe amolecer uns minutos.

4. Depois coloque este preparado num tacho, junte os alhos esmagados, sem casca, uma folha de louro, um fio de azeite e tempere de sal. Leve ao lume até ferver. Depois de ferver introduza o raminho de poejos migados e deixe cozinhar uns 10 minutos em lume médio. Findo este tempo junte os ovos, mexa bem e cozinhe-os a gosto.

5. Prepare os filetes. Passe-os primeiro por farinha, depois por ovo batido  com um pouco de água e uma pitada de sal e novamente por farinha e frite-os em óleo abundante e bem quente, até estarem alourados de ambos os lados. 

6. Sirva os filetes de tainha com a açorda de poejos e se gostar salpique o peixe com umas gotas de vinagre.

5 comentários:

  1. Vania que deliciosos estes filetes, aos anos que nao como tainha.
    Também gostei do acompanhamento.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Uma refeição deliciosa!
    Essa açorda deve ser divina.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Uma refeição de aspecto mesmo delicioso!

    ResponderEliminar
  4. Tainha ou liça como também se chama é um peixe excelente, mas tão dificil de encontrar.
    A ultima vez que vi foi num restaurante em Lagos, e depois do Sr me garantir que eram apanhadas em Sagres não resisti a pedir o prato. O meu pai apanhava muitas de mar em Sagres e eram deliciosas.
    Também podes experimentar estufadas com ervilhas, fica uma delicia
    Um beijinho e boa semana

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita. Deixe o seu comentário, é sempre bem-vindo a este cantinho. Responderei assim que poder.