quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Pataniscas de bacalhau e azeitonas



As pataniscas de bacalhau são um prato muito característico em Portugal. Há quem atribua a sua origem a Lisboa, nascidas das aparas de bacalhau que os galegos guardavam nas suas tabernas no séc. XIX. Mas não se tornam menos lisboetas ou portuguesas, por esta razão, dado que os primeiros imigrantes da Galiza chegaram a Lisboa 400 anos antes e oram ficando, geração após geração.

Trabalharam na indústria naval, no Aqueduto das Águas Livres, abriram tabernas e carvoarias. Os lisboetas queriam que fossem expulsos da cidade, porque, diziam, os galegos roubavam empregos. Pina Manique recusou-se a expulsá-los. "E depois quem é que mete as mãos no carvão?", perguntou ao povo. Ninguém. Ficaram os galegos, as tabernas e as pataniscas.

Esta é uma receita prática e saborosa e pode-se levar no dia seguinte na marmita pois comem-se bem quentes ou frias. 


Receita para 3 pessoas
Grau de dificuldade - médio
Tempo confecção- 40 m
Custo total indicativo- 3 €


Ingredientes
  • 120 g farinha com fermento
  • 1 ovo
  • 0, 5 dl de água ( pode necessitar de mais)
  • 6 hastes de salsa
  • 1 cebola média
  • 2 c. sopa de azeitonas picadas
  • 200 g bacalhau desfiado



Confecção

1. Deite a farinha numa taça com o sal e junte a água e o ovo. bata bem até a massa fazer bolhas. Pique finamente a salsa e a cebola e junte ao preparado.

2. Junte também as azeitonas e por fim o bacalhau desfiado.  Envolva bem este preparado.Deixe a massa repousar por 30 minutos.

3.  Aqueça óleo numa frigideira e frite uma colherada de massa para experimentar. Ajuste os temperos e a água se necessário, se estiver tudo correcto frite a restante massa em colheradas que devem ficar alouradas de ambos os lados.

4. Escorra as pataniscas sobre papel absorvente e sirva.

18 comentários:

  1. Já lá vai algum tempo que não como Pataniscas :D

    Acho que vou mudar isso!!

    Beijokas
    Pipoka

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Pipoka. obrigada pela visita. De vez em quando faço pataniscas, vou variando o recheio, pode-se fazer de tudo. beijinhos

      Eliminar
  2. Olá!

    Gostaria de te dizer que esta a decorrer um passatempo no blogue para ganhar o livro Cozinha para Dias Felizes, gostava muito que também participasses!

    http://arcoirisnacozinha.blogspot.pt/2013/02/cozinha-para-dias-felizes-sorteio.html

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  3. Não sabia essa história das pataniscas e achei muito engraçado :) Também junto sempre azeitonas nas minhas pataniscas, fica tão bom! :)

    Beijinhos e tem um óptimo dia :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Joana. È a história conhecida das pataniscas, é pena haver tão pouca informação disponível sobre a história da nossa gastronomia, porque é riquissíma. beijinhos

      Eliminar
  4. agora estou muito mais informada sobre a história das pataniscas :))
    ficaram apetitosas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada, eu gosto muito da história da nossa gastronomia e da gastronomia em geral, ando sempre a procurar novas informações e a ler sobre o assunto, principalmente nos livros mais antigos. beijinhos

      Eliminar
  5. Tens razão, quentes ou fias, pataniscas, caiem sempre bem.
    Beijocas

    ResponderEliminar
  6. Gosto muito. E para acompanhar uma açorda... hummm... tão bom!

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita. Deixe o seu comentário, é sempre bem-vindo a este cantinho. Responderei assim que poder.