Comida caseira para cães

Para quem tem cães e gosta de cozinhar saiba que existe um sem- número de receitas de biscoitos para cães que pode fazer em casa, daqueles que se dão de vez em quando por mimo, para premia-los, os chamados snacks para cães. Ao fazê-los em casa saberá o que lhes está a dar e comerão com maior satisfação e com a certeza que estão a consumir algo natural.

Uma amiga minha deu-me umas quantas receitas que tenho posto em prática e têm-se revelado um sucesso com os patudos. Como sou voluntária numa Associação acabo por fazer muitas vezes em maior quantidade para lhes levar também.

Deixarei então aqui algumas receitas de biscoitos. Surpreendam-se ao fazê-los e se tiverem maquinaria ainda mais facilitado fica o trabalho.

Deixo mais uma nota. Numa época de crise como aquela que atravessamos os animais têm-se tornado em vítimas silenciosas deste período de carestia que atravessamos. Vítimas que acabam abandonadas, jogadas na rua ou em canis de abate.

Nesta época de crise sabemos também que nem todas as pessoas podem alimentar os seus animais com uma boa ração, ração essa que lhe permitirá manter o estado de saúde desejado. Não abandone o seu animal por isso. Há alternativas que pode estudar. Entre dar uma ração mais barata ao animal ou abandona-lo porque representa uma despesa acrescida, por favor, opte por uma ração mais económica.

Ainda numa perspectiva de economia e saúde, saiba que pode complementar a alimentação do seu cão no caso de lhe dar uma ração de menor qualidade com a confecção de comida caseira para o seu cão. Não estamos a falar de restos de comida, pouco ou nada saudáveis para ele. Estamos a falar de comida confeccionada propositadamente para o seu amigo de 4 patas.

Falo de arroz cozido ou massa, carne, que pode ser frango ou peru (sem os ossos) , fígados ou moelas ou carne de vaca (não dê carne de porco ao seu cão). Pode acrescentar a este menu pequenas porções de legumes. Os cães podem, por exemplo,  comer courgette, espinafres, cenoura, maçã, ervilhas,batata e batata doce ,  tudo isto em pequenas quantidades diárias. Pode ainda colocar neste preparado uma vez por semana e nunca mais do que isso um dente de alho picado (é um óptimo desparasitante interno e externo natural) e um ovo (repleto de nutrientes para os animais e rico em proteína). Nunca exceda as quantidades recomendadas aqui. Pode ainda usar um fio de azeite na comida, muito leve.

E porque cada cabeça sua sentença, no que toca à alimentação animal não é excepção. Várias são as opiniões de veterinários e especialistas. Uns recomendam a alimentação do seu cão unicamente com ração de boa qualidade outros aconselham a alimentação caseira feita propositadamente para eles e há quem defenda ainda que o cão, sendo originário do lobo, caçava pequenas presas das quais se alimentava da sua carne, ossos e vísceras e nestas vísceras consumia pequenas percentagens de cereais e legumes, aconselhando a chamada comida BARF, ou seja comida natural, crua, constituída por carne, ossos,cereais e vegetais em quantidades controladas ao máximo por ser crua e riquíssima em nutrientes. Pode pesquisar sobre este tipo de alimentação natural. Nunca inicie nenhuma dieta alimentar nova ao seu cão sem se aconselhar com um veterinário.

A par pode ainda confeccionar os snaks caseiros para o seu cão.  Estará a poupar dinheiro e a enriquecer a saúde do seu amigo de 4 patas ao dar-lhe produtos caseiros e naturais.

E acima de tudo, recorde-se que o seu animal (cão ou gato) foi uma responsabilidade que assumiu para a vida. Ele só o tem a si, enquanto você tem o seu trabalho, a sua família, os seus amigos, a sua vida, ele só o tem si! Pense no melhor para ele!

Mais uma sugestão- Para limpar o tártaro dos dentes dos cães uma das coisas eficazes é dar-lhe uma vez por semana um pedaço de pão duro, com 3/4 dias, enquanto o roem estão a limpar os dentes de forma natural e que lhes agrada bastante. Atenção se o seu cão tiver excesso de peso reduza a quantidade de pão que dá para não o engordar ainda mais.


Para saber mais sobre comida natural para cães cozinhada e não cozinhada aconselho vivamente que leiam com atenção este site. Chama-se Cachorro Verde e é para mim uma grande referência no que toca à confecção de comida caseira para animais, dicas, truques, sugestões, o que podem ou não comer os cães e gatos.

Neste site pode encontrar toda a informação que necessita sobre a quantidade a dar ao seu cão, as percentagens de carne, vísceras, cereais , frutas e legumes. Pode encontrar quais os ingredientes que o seu cão pode ou não comer. Deixo aqui os link's principais, mas aconselho uma leitura exaustiva deste site  antes de iniciar uma mudança de alimentação, bem como, falar com o seu médico veterinário sobre o assunto:

Super Guia da comida caseira cozinhada para cães

Dieta caseira cozida- principais dúvidas

Dieta cozida para cães adultos

Alimentação natural para cães idosos

Beneficíos da dieta caseira para cães

Desvantagens da dieta caseira cozinhada para cães

Indicações e restrições á comida natural cozinhada para cães

Guia de introdução á dieta caseira

Tudo sobre o que podem os cães comer

Quais os alimentos tóxicos para animais?

Quantidades a dar ao seu animal

Como preparar?

Os suplementos numa dieta caseira




Época de Natal 

Nesta época festiva tenha muito cuidado com o seu cão e com o seu gato no que toca às decorações de Natal (laços de prendas, enfeites da árvore de Natal, enfeites da casa, as luzes da árvore de Natal, etc) porque podem ser fatais para os seus amigos de 4 patas. Evite deixa-los sozinhos nesses espaços enquanto tiver a decoração de Natal.Atenção também à planta  chamada Estrela de natal, é perigosa para animais.

Quanto às comidas de Natal, também elas fatais para os seus animais, não lhe dê qualquer espécie de doce, os animais não possuem um metabolismo capaz de assimilar o açúcar, o queijo da serra por exemplo, por ser rico em gordura pode ser fatal para o seu animal, por isso evite o acesso do seu amigo de 4 patas a estas iguarias natalícias.


Comida caseira para cães

Deixo aqui um exemplo de uma refeição cozinhada especialmente para cães. Esta receita leva uma porção pequena de legumes( pode pôr cenoura e feijão verde ou cenoura e courgette, ou cenoura e ervilhas), uma porção ainda mais pequena de fruta (maçã, pêra), uma porção de massa ou arroz e uma porção de carne à escolha.

Neste caso levou 2 asas de peru cozidas e desossadas. As assas de peru não são caras, a parte de cima da asa contém muita carne e rende bastante. Façam refeições que dêem para 3 dias e que devem ser mantidas no frigorífico e tiradas antes de serem dadas ao cão para ficarem à temperatura ambiente(tire apenas a porção que vai dar ao cão).

Esta receita que aqui apresento foi feita com asas de peru,mistura de feijão verde e cenoura, 1 maçã, arroz e um fio de azeite
Como fazer? Leve água ao lume num tacho e deixe aquecer um pouco. Quando estiver quente e antes de ferver junte a carne, os legumes e a fruta e a carne e um fio de azeite. Deixe cozinhar até ferver. Cerca de 3 minutos após ferver junte o arroz , mexa para o arroz se soltar, baixe o lume e deixe cozer. No final retire as assa de peru, desosse e retire a carne e coloque-a novamente no arroz. Misture tudo, coloque numa taça com tampa e deixe arrefecer. Depois de frio coloque e conserve no frigorífico.


Parece trabalhoso mas não é depois de nos habituarmos a fazer. Pode usar carnes mais versáteis como o fígado de peru ou de frango, as moelas de peru ou frango ou os pescoços de frango, que os cães podem comer e contêm bastante cálcio.Prepare o arroz com carne ( vaca, frango, peru, etc), miúdos ( de frango, peru, vaca, etc) e um pouco de legumes e fruta.




 

2ª sugestão de comida caseira para cães:






Esta sugestão aqui apresentada é feita com esparguete, carne de vaca, miúdos de frango (moelas, pescoços e corações), legumes ( cenoura e ervilha) e fruta ( maçã). Num tacho coloco a carne a cozer ( congelada previamente para matar bactérias) com a cenoura em cubos e as ervilhas. Assim que começar a ferver junta-se a massa ( partida ao meio) , um fio de azeite e a maçã aos cubos. Deixa-se cozer uns 12 minutos ou até ver que a massa está bem cozida. Deixa-se arrefecer, guarda-se numa taça no frigorífico durante 3 a  dias. Retire e deixe ficar à temperatura ambiente sempre que lhe der a refeição.


3º Sugestão comida caseira para cães :

Já aqui tinha dito que os cães podem e devem fazer uma refeição de peixe por semana. O salmão, a pescada, o peixe - gato, sardinhas e cavalas são óptimos peixes para dar aos nossos cães. Retiro sempre as espinhas e escamas e dou-lhes a parte do peixe. Mas como dar salmão aos nossos cães sem gastar muito dinheiro? O que costumo fazer é comprar as cabeças de salmão, que rondam entre os 0,99 cênt. o kg a 1,99 € o kg. Cozo as cabeças de salmão, retiro todo o peixe e deito fora espinhas, e peles. Aproveito o caldo onde cozi o peixe e aí cozinho o arroz ou a massa com um pouco de legumes. Neste caso fiz com massa  e mistura de ervilhas, cenoura e feijão - verde. O salmão é um peixe rico em  ácidos gordos que funcionam como anti-inflamatórios, auxiliando problemas articulares, mas ajudando também a  prevenir problemas cardíacos, ajuda também a manter a pele e o pêlo saudável.



 Massa com salmão 


Neste caso, Camila e Diego a apreciar o seu lanche de massa com salmão



Sugestões de snacks caseiros para cão

Biscoitos de fécula de batata e fígado

Ingredientes para 25 biscoitos

150 g fécula de batata ( puré instantâneo de batata)

2 c. sopa de farinha de milho 
2 c. sopa de queijo ralado seco
1 ovo
1 c. sopa de mel
fígados de frango ou peru
água q.b.


  

Preparação

- Numa taça coloque a fécula de batata, o queijo e a farinha e misture bem. 

- Junte o ovo e o mel e mexa.   Acrescente água aos poucos apenas até obter uma pasta moldável que permita moldar bolinhas, pois a fécula e batata amolece mais facilmente que a farinha. 

- Corte os fígados em pequenas tiras. Mole pequenas bolas com a massa e disponha num tabuleiro forrado com papel vegetal de cozinha. Esmague as bolinha com um garfo molhado. Por cima de cada biscoito coloque uma tira de fígado, alternado, nuns coloca, outros não .

- Leve os biscoitos ao forno a 200º ( forno tradicional) durante cerca de 15 minutos o até verificar que estão cozidos.

- Retire os biscoito do forno e deixe-os arrefecer numa grelha. Quando estiverem frios coloque-os numa lata ou frasco bem vedado e conserve no frigorífico
 
___________________________________________________________________ 

Biscoitos de queijo e manjericão

Ingredientes para 20 biscoitos

100 g farinha de milho
50 g farinha de trigo 
80 g queijo parmesão ralado (daquele em pó)
2 c. sopa de azeite
1 ovo
2c. sopa de leite
1 folhas de mangericão




Preparação

- Junte 1º os ingredientes secos, as farinhas e o queijo- Misture bem.

- De seguida incorpore o leite, o azeite e o ovo e o mangericão finamente cortado  e mexa bem até obter uma massa consistente, tipo massa areada e que se desprenda da tigela. Se estiver pouco consistente junte um pouco mais de farinha de milho.

- Molde pequenas bolinhas e coloque-as num tabuleiro untado. Espalme-as ligeiramente com um garfo e leve a forno pré- aquecido a 200º cerca de 10 a 15 minutos ou até estarem alouradas.

- Retire os biscoitos do forno e coloque-os a arrefecer numa grelha. Depois de frios coloque-os numa taça bem vedada. Conservam-se cerca de 2  semanas.



__________________________________________________________________________

Biscoitos de gengibre

Receita para 70 biscoitos

1/2 chávena(chá) de azeite
1 chávena (chá) de mel
1 ovo pequeno
1 e 1/2 colher de sopa de gengibre em pó
4 chávenas de farinha
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/2 colher de chá de fermento em pó
2 colheres de chá de canela em pó


Preparação
- Misturar bem todos os ingredientes secos.
- De seguida, juntar os ingredientes húmidos e amassar á mão(ou na máquina se tiver).
- A massa está boa quando obtiver uma bola homogénea.
- De seguida, molde pequena bolas com as mãos e coloque-as num tabuleiro forrado com papel vegetal.
- Espalme as bolas com a ajuda de um garfo molhado e leve ao forno a 180º até estarem corados. (cerca de 30 minutos)
- Deixe arrefecer os biscoitos numa grelha para que sequem por inteiro.
- Guarde num frasco bem fechado. Estes biscoitos duram 3/4 semanas sem se estragarem.

_____________________________________________________________________________

Biscoitos de maçã


1 chávena de farinha normal
1 chávena de farinha integral
1/2 chávena de flocos de aveia
1 chávena de polpa de maçã
1/2 chávena queijo ralado
2 colheres de sopa de mel
1 ovo pequeno
1/3 chávena de água


 Preparação

- Junte todos os ingredientes e misturar até formar a massa.
- Estique a  massa numa superfície ligeiramente enfarinhada até 1/4 e cortar com um cortador de biscoitos ou faca.
- Coloque-os  num tabuleiro forrado com papel vegetal anti-aderente.
-  Leve ao forno a 180º por 20-25 minutos ou até coradas.
- Deixe arrefecer numa grelha para que os biscoitos fiquem bem secos a toda a volta.
- Guarde num frasco bem fechado no frigorífico.

_____________________________________________________________________________

Biscoitos de alfarroba


Esta receita rende muitos biscoitos, pois são cortados em quadrados pequenos. Pode reduzir as quantidades. Deve guardar os biscoitos depois de frios num frasco bem vedado e no frigorífico e aguentam frescos cerca de 10 dias.

Ingredientes

2 chávenas de farinha integral
1 chávena de farinha de alfarroba
1 ovo
1 chávena de mel
1 iogurte natural
queijo ralado


Confecção

- Misture todos os ingredientes secos numa taça grande e larga.

- Junte de seguida o ovo, o mel e o iogurte e mexa bem até obter uma massa lisa e homogénea.

- Unte uma forma redonda com 30 cm diâmetro com spray para untar Espiga e deite na forma o preparado.

- Polvilhe com o queijo ralado e leve a forno pré- aquecido a 200 º cerca de 20 minutos ou até verificar que está cozido por dentro.

- Desligue então o forno e retire o preparado. Deixe arrefecer e corte em quadrados de pequena dimensão.

- Coloque então os biscoitos num frasco bem vedados e depois de frios mantenha-os no frigoríficos mas sirva-os à temperatura ambiente ao seu cão para não lhe provocar problemas gástricos.






_____________________________________________________________________________

Biscoitos de milho

Ingredientes


2 chávenas de farinha integral
1 chávena de farinha de milho
1 ovo
1 chávena de mel
1 iogurte grego natural
2 cubos de caldo de carne caseiro (aproveitei o caldo da cozedura de um frango mas sem sal nem gordura e congelei, não coloque de todo cubos de caldo de frango, têm imenso sal.)




Confecção

- Misture todos os ingredientes secos numa taça grande e larga.


- Junte de seguida o ovo, o mel e o iogurte e os caldos de carne aquecidos apenas para derreterem e mexa bem até obter uma massa lisa e homogénea.

- Unte uma forma redonda com 30 cm diâmetro com spray para untar Espiga ou um pouco de manteiga e deite na forma o preparado.

- Leve a forno pré- aquecido a 200 º cerca de 20 minutos ou até verificar que está cozido por dentro.

- Desligue então o forno e retire o preparado. Deixe arrefecer e corte em quadrados de pequena dimensão.

- Coloque então os biscoitos num frasco bem vedados e depois de frios mantenha-os no frigorífico mas sirva-os à temperatura ambiente ao seu cão para não lhe provocar problemas gástricos.






Nota- Este tipo e snaks caseiros têm uma durabilidade mais reduzida que os de compra porque não levam qualquer tipo de conservante. Faça em pequenas quantidades e experimente se ele gosta antes e fazer mais, nem todos os cães gostam do mesmo. São biscoitos caseiros e naturais, feitos com produtos que usamos nas nossas refeições e saberemos o que lhes estamos a dar.

43 comentários:

  1. Bem o meu Jack, ia ficar doidinho, com estas comesanas tão boas, acho eu!!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. obrigada paula. Um snak caseiro é mais saudável que um de compra. Tido o que aqui está publicado foi dado aos meus cães e cozinho para eles também. São produtos que os cães podem comer e que não lhes fazem mal.

    Contudo, nunca, mas nunca, se deve iniciar qualquer alteração alimentar a um animal sem consultar o veterinário. Esta excepção abre-se aos snaks caseiros que sendo um mimo que se dá uma vez por dia não alterarão o regime alimentar do animal. Cada vez mais vemos à venda biscoitos e snaks que dizem serem feitos com produtos naturais, como o queijo, as ervas aromáticas, a maçã, a canela, o mel, etc. Porque não fazê-los em casa e ter a certeza do que estamos a dar?

    Por exemplo, o mel e a canela são óptimos para ajudar o sistema imunitário do animal, a hortelã é boa para combater o mau hálito, etc.

    Tal como digo no texto, cada cabeça sua sentença e a alimentação animal é foco de imensa discórdia. Acredito que com aconselhamento veterinário podemos encontrar a melhor solução alimentar para o nosso cão.

    ResponderEliminar
  3. Adoro as ideias! Fiquei a saber muito mais vou utiliza-las todas. O meu Duff vai adorar, mas tenho uma duvida: nos biscoitos de queijo e mangericão é mesmo necessário ser queijo ralado em pó ou pode ser queijo ralado normal? Nesta mesma receita tenho tenho ainda a certeza que o manjericão não tem químicos porque o meu irmão planta algumas ervas aromáticas e o manjericão é uma delas.
    Belo site,gostei mesmo muito.

    ResponderEliminar
  4. Olá Ana. Obrigada pela visita. Em relação aos biscoitos o ideal é usar daquele queijo em pó seco, não precisa de ser parmesão, pode ser qualquer um desde que seja daquele secos em pó( eu compro o do continente ou da Eru, embalagem de 80g não chega a 1€). Porquê? Porque são queijos que quando cozinhados não libertam gordura. Se usares outro tipo de queijo, vai fundir e largar gordura deixando os biscoitos engordurados. este queijo ralado seco não faz isso, deixa o sabor e cheiro a queijo mas não derrete nem larga gordura. As ervas, se biológicas ainda melhor. Podes usar ainda hortelã ou erva - cidreira. A hortelã e a erva - cidreira para o hálito são óptimos ingredientes. O mel e a canela juntos são óptimos para a defesa do sistema imunitário do cão. Há muitas ideias para se pôr em prática. Podes começar por fazer pequenas quantidades , vês se ele gosta. Porque acredita, há cães muito esquisitos!
    Boas aventuras culinárias para os patudos!

    ResponderEliminar
  5. eu vi as receitas e adorei vou fazer para os meus e nós tambem podemos comer? devem ser bons por menos os ingredientes sao saudaveis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. olá unknown. Estes biscoitos têm uma grande diferença que é não levarem açúcar pois faz muito mal aos cães. Levam mel, iogurte, canela, queijo, etc logo não ficam muito doces. Nós podemos comê-los pois não levam nada que o ser - humano também não coma, só por dizer que não são biscoitos doces. Os que levam mel ficam meio adocicados, mas nunca como se levassem açúcar. Em relação á comida caseira a grande diferença é que não leva qualquer espécie de condimento, tempero ou sal. Tudo é cozido ao natural. beijinhos

      Eliminar
    2. Olá, Vânia,
      Excelentes ideias, mas como tenho muitos animais, gostaria de saber se a comida caseira fica mais em conta que a industrializada, considerando os gastos do gás para cozer e da eletricidade para assar. Também gostaria de saber que quantidade de comida caseira pode uma golden retriver comer diariamente (ela tem cerca de 40 kg) bem como uma cadela um pouco mais leve (30 kg). E os gatos, podem comer dessa comida? e em que quantidade?

      Eliminar
  6. oi,dei uma espiadinha e já gostei do seu blog,mas uma perguntinha,o quê é CHAVENA? não consigo entender quando fala 1 chavena de farinha,etc.
    desculpe a ignorancia,mas nunca ouvi este termo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá.
      O termo "chávena" significa "Xicara" no Brasil, penso que será esse o caso.
      Bjs

      Eliminar
  7. Olá. Não faz mal, uma chávena é o equivalente a uma xícara no Brasil, cá chamamos de chávena mas a medida é a mesma. beijinhos e obrigada pela visita.

    ResponderEliminar
  8. gostei destas receitas para cão.
    Agora tenho dois ex-abandonados e optei por fazer comida caseira pois a cadela já é velhota e não consegue mastigar a ração.
    Quando há promoçoes de frango ou de peru , compro mais , cozo, desosso e congelo e não me venham dizer que é por dificuldades economicas que se abandona um cão : É PORQUE AS PESOAS NÃO ESTÃO PARA ISSO! Com os filhos fazem os mesmos, dá trabalho ou não sabem cozinhar e vale mais dar um nestum que enche a barriga do que fazer uma boa sopa ou um guizado, ou uma tortilha de esparguete ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá greentea. Quando são velhotes e não conseguem mastigar ração, melhor que comida de lata que por vezes provoca distúrbios gastrointestinais, é comida caseira, arroz, massa, carninha, fígados, moelas , uma pequena porção de legume ( como cenoura abóbora, feijão - verde, cougette) outra pequena porção de fruta (maçã por exemplo). Podes fazer ainda tu própria própria paté de fígado de frango, que é barato e fácil dos cães comerem. Cozes os fígados em água. Depois trituras tudo com a varinha mágica e juntas gelatina vegetal derretida num pouco de água aquecida. Deixas solidificar no frigorífico e vais dando. Aguenta no frigorífico 3 a 4 dias. Convém retirares meia hora antes para estar à temperatura ambiente antes de servires. Já fiz umas duas vezes mas acabei por não tirar fotos para publicar. Eu também aproveito promoções de frango, peru, miúdos de frango e peru. Congelo em sacos e faço com arroz ou massa para eles. Em épocas de dificuldades temos de ser engenhosos para não faltar nada aos que amamos, sejam eles de 4 patas ou humanos! :) beijinhos

      Eliminar
  9. Concordo plenamente Greentea!!!
    Tenho uma boxer, e depois do dia da pátria encontrei uma pequena abandonada na minha calçada. Deve ter uns 4 meses. Está me dando muito trabalho. Mas para a minha outra filhota foi bom. Agora tem uma companhia. Espero que ela fique educada igual `Zoya, rsrsrs.
    Onde comem 3, comem 4. Rrsrsrs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá unknow. È verdade, onde comem 2 comem 3 , haja vontade e haja amor. Um cão se tiver companhia é muito bom, porque são animais de matilha e precisam muito de companhia, visto que passam muitas vezes, a maior parte do tempo sozinhos. Em casos de cães mais nervosos e traquinas, uma companhia canina pode ajudar a atenuar esse comportamento, pois brincam juntos e gastam energia juntos, distraindo as suas mentes da inércia que os leva muitas vezes a fazer traquinices. Espero que corra tudo bem. beijinhos

      Eliminar
    2. boa noite,encontrei este blog,estou maravilhada,pois tenho duas meninas,uma hasky(sacha)e uma breton(flora)realmente as vezes penso,como elas nao se fartam de comer sempre a mesma coisa!
      vou esperimentar todas estas receitas,apesar de fazer as vezes arroz com frango,elas devoram!!so tenho um receio e que a minha hasky,ha dois anos desmaiou,leveia ao hospital e o resoltado da ecografia ,foi muitos gazes,tenho um bocado de receio em dar-lhe estas refeiçoes,sera que lhe faz mal?
      quanto aos biscoitos tenho sempre ca em casa para elas,mas vou começar a fazer estes caseiros.
      desde ja agradeço a todas as pessoas da autoria deste blog,muito bom!obrigada.

      Eliminar
    3. Olá Catarina. Antes de mudar a alimentação dos seus cães consulte o seu veterinário. De qualquer das formas, os gazes podem ser resultado da ração que lhes dá. Fale com o seu veterinário sobre isso.

      Eliminar
  10. Boa noite, tenho cá em casa (claro vitima de abandono cruel) uma bebé de 4 patas que está a ser alimentada a biberão. Agora está na altura de fazer a transição para a papa de ração, que ela detesta e prefere não comer :(. Então lembrei-me que há alguns (10/15 anos) se dava Nestum aos cachorrinhos e eles adoravam e cresciam bem saudáveis! Agora parece que faz mal,então resolvi pesquisar e aparece-me este site, ainda não li tudo mas fiquei maravilhada com o que se pode fazer para os nosso patolas :)Parabéns!
    Fica aqui a pergunta, será que faz mal dar Nestum aos cachorrinhos ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. olá Paula. é uma luta desgraçada e inglória ajudar animais, mas uma luta que compensa muito porque eles merecem! Nestum confesso que nunca ouvi falar, até porque tem açúcar.
      Mas não te preocupes, para a transição do leite para a comida tens várias alternativas. Não recomendo muito as latas, para além de caras, fazem disturbios intestinais. Podes começar por aquecer água e misturar com ração para puppy. Misturas bem até obter uma papa e vais introduzindo para que aprenda a comer esta papinha. Quando ele já tiver uns 2 meses podes ir intruduzindo aos poucos uns grãos de comida seca. Os bebés cachorros que tive cá em casa comecei por fazer estas papas com ração. Quando ainda não tem dentinhos podes também cozer arroz com frango e moer com a varinha mágica. Para bebés não metas ainda nem azeite, nem legumes. O Organismo tem de ter tempo para se habituar à nova alimentação que não o leite. Quando já tiver dentinhos sempre podes fazer arroz com frango, peru ou carne picada e vais sempre introduzindo ração para o animal se habitual à ração. Espero que corra tudo bem e que se torne num "matulão" . Se tiveres mais dúvidas não hesites em colocá-las. No que poder e souber, terei muito gosto em ajudar. beijinhos e boa sorte!

      Eliminar
  11. Olá Vânia,
    Muito obrigada! Foi o que fiz e resultou lindamente :)
    Agora começo com as sugestões dos biscoitos, para os dois matulões residentes adorei!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem. Espero que o cachorrinho cresça saudável e com muita sorte na vida! :) Agora é só ires introduzindo comida seca para o organismo dele se habituar! Que corra tudo bem! beijinhos

      Eliminar
  12. Olá Vânia,
    Muito obrigada! Foi o que fiz e resultou lindamente :)
    Agora começo com as sugestões dos biscoitos, para os dois matulões residentes adorei!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Este post "caiu-me do céu" porque tenha andado a pensar cozinhar para os meus 3 cães em vez de recorrer a uma ração muito barata e que ainda por cima lhes está a causar gases ,coisa que nunca tiveram, e que me faz pensar que está alguma coisa errada com a alimentação.
    Tenho uma precupação acrescida com a cadela de 11 anos que deverá ter uma dieta mais cuidada ainda que os outros ( a falta de cálcio causa-me grande aflição). Tem alguma dica para cães mais "antigos"?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Marai João. Obrigada pela visita e tenho muito gosto em ajudar. As rações mais baratas pecam pela falta de carne na sua composição e por uma maior quantidade de "farinhas", sendo que os cães não as digerem bem. A base principal da alimentação de um cão deve ser a carne. Quando não temos dinheiro para dar uma boa ração, a comida caseira pode ser uma boa opção, porque podemos dar-lhes carne na quantidade que precisam, ao invés de farinhas e mais farinhas. Por exemplo, para cães adultos e saudáveis podes cozinhar arroz ou massa e juntar uma boa porção de carne ou peixe ( cabeças de pescada, salmão, etc, cozidas e retirada a parte do peixe, compram-se por vezes a 1€ o kg). Pode dar moelas de frango ou peru, fígados de frango ou peru. Podes dar pescoços de frango ( têm imenso cálcio e é dos poucos ossos que os cães podem comer cozidos). Podes dar frango ou peru, vaca se puderes, de vez em quando. Por exemplo, comprar 2 pernas de peru, desossas e cozes sem o osso, o mesmo com o frango, dessossas e cozes a carne. Estás a comprar carne boa por um preço em conta. Se puderes dar carne de vaca de vez em quando, compra a carne de cozer, é a mais barata dentro deste tipo de carne. Fígados fazem muito bem, evitam anemias.
      Podes pôr uma pequena porção de legumes e fruta, por exemplo ervilhas, courgette, cenoura ou abóbora. Pequenas porções, muitos cães apreciam fruta crua, outros nem tanto, e cozinhada eles comem e gostam misturada com o arroz ou massa e carne. Pode cozer um ovo e dar uma vez por mês, ou mexido, mas sem gordura. Um fio de azeite ou um pouco de manteiga na comida ajuda a manter o Pêlo brilhante e saudável. Podes dar aos cães batata cozida ou batata doce cozida em substituição da massa e do arroz. A média de uma alimentação cozinhada deve ser 35% de carne, 5% de vísceras ( figados, rins, etc), 35% de hidratos de carbono ( arroz , massa, batata) e eu uso cerca de 5% de vegetais .

      As carnes podem ficar mal cozinhadas, mas os legumes e os hidratos de carbono devem ser muito bem cozinhados.

      Quanto à menina sénior, não sei se ela tem algum problema de saúde. Se tiver os menus para ela terão de ser ajustados às necessidades de saúde dela. Mas para o cálcio há 2 bons truques:
      1º iogurte natural ( de preferência feito em casa) - 1 c. de sopa de iogurte natural 1 vez por mês.
      2º casca de ovo, seca no forno uns 7 minutos com o forno no mínimo, triturada até ficar em pó. Uma colher de café uma vez por mês na comida.

      São 2 truques para restabelecer o cálcio nos cães idosos, melhor que muitos suplementos de cálcio que se dão.

      Para a comida deixo aqui o link de um site que na minha opinião poderá ser uma ajuda preciosa. O site é brasileiro mas é muito bom: http://www.cachorroverde.com.br/index.php/category/dietas/dieta-cozida-caes/dietacozidaadulto/

      O site fala muito sobre comida natural, ou seja, comida crua, carne fresca, legumes frescos, ossos crus. é uma das novas ideias sobre a alimentação animal que tem ganho adeptos, mas ainda pouco aceite em Portugal. O site tem também óptimos textos sobre comida cozinhada, nos quais muito aprendi. Podes ver neste link indicações só sobre alimentação caseira para animais idosos que talvez te possa ajudar.

      http://www.cachorroverde.com.br/index.php/alimentacao-natural-para-caes-idosos/


      No site que te indico vais encontrar, de certeza, toda a ajuda que necessitas. Faz a transição lentamente. Começa por dar pequenas porções de comida cozinhada e ração até retirares a ração de vez, caso o pretendas. Tens de dar tempo ao organismo do animal para se habituar à transição de alimentação.

      Espero ter ajudado e que tudo corra pelo melhor para os teus patudos!
      :)

      Eliminar
    2. m relação ao iogurte, rectifico, mediante idade e peso, podes dar de 1 c. de sobremesa a 1 colher de sopa por dia, apenas 1 vez ao dia. O ideal são os iogurtes naturais feitos em casa, sem químicos.

      Eliminar
  14. Olá Vânia,

    Muito obrigada por partilhar estas ideis fantásticas,vão ajudar, e muito, lá em casa, uma vez que tenho 3 maravilhosas cadelas e um maravilhoso cão, 4 fantásticas gatas e 3 fantásticos gatos, todos deixados ao abandono, mas que felizmente me escolheram para mamã.

    Muito obrigada, també, em nome deles por os amar e deles cuidar com amor e carinho, só uma pessoa de coração puro consegue amar e respeitar seres divinos como são os nossos irmãos animais.

    Que o sol brilhe todos os dias em sua vida e se as nuvens teimarem em aparecer basta olhar nos olhos de um bichinho e o sol volta a brilhar.

    Beijinhos

    Sandra Rodrigues

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sandra. Que grande família patuda aí por casa! :) Espero que estas dicas a ajudem a alimentar bem e de forma saudável os patudos aí de casa. beijinhos e obrigada pela visita e pelas palavras tão simpáticas.

      Eliminar
  15. Gostei, só que eu queria uma receita só de bifinhos, ou raçao! E ainda nao achei...
    No ultimo niver do meu cachorrinho eu peguei a raçao e coloquei em formato de bolo, e depois outro eu cozinhei a raçao e coloquei em formato de bolo!
    Mais ta repetido eu queria alguma coisa diferente, mais que seja ou com raçao ou bifinho sem ter comida de gente porque faz mau pra os bichos de 4 patas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rebeca. Desconheço qualquer forma de fazer a ração em casa. Se a ideia é fazer um bolo de aniversário para o seu cão, pode fazer um bolo normal, sem açúcar, de preferência com farinha de milho, use mel, queijo, etc. Ao invés de fazer um bolo grande, faz uns queques. Eu já fiz uma vez uns queques pequenos para os patudos, mas não tirei fotos e não anotei a receita, foi inventado na altura. Os cães não podem comer comida temperadas com sal, açúcar, especiarias, etc. Mas podem comer farináceos, alguns legumes, algumas frutas e carne. Pode ainda fazer um bolo com carne picada, por exemplo, leva ao forno só com um fio de azeite e pronto! beijinhos

      Eliminar
  16. Ola!

    Fico feliz o site cachorro verde seja seguido e sugerido. 'E onde vou buscar informação para alimentar a minha cachorra. Sugiro que leiam atentamente ANTES de começarem, por experiência própria. Importante a ter em conta (informação patente no site) as quantidades de cada grupo alimentar, para que os animais tenham uma alimentação equilibrada e sem deficiências.

    Dieta Cozida:
    40% carne desossada
    25% carbohidratos
    25% vegetais
    10% vísceras

    Para alem disto, são requeridos suplementos (cálcio, levedura de cerveja, óleo animal ou vegetal, uma fatia fina de alho e iogurte natural). As quantidades e a forma de preparar estão no site.

    Um cão adulto come de 2'5 a 4% do seu próprio peso (os alimentos serão pesados depois de cozinhados). Se necessitarem ajuda com os cálculos, estou disponível e no site também respondem a questões e dúvidas.

    Outra coisa a ter em conta, quais os alimentos proibidos e os que devem ser dados com cuidado, em doses mais pequenas e com menos frequência.

    Por favor, consultem o site e leiam bem antes de começarem. Os erros ou interpretações erróneas podem por em risco a saúde dos nossos amigos de 4 patas:)

    http://www.cachorroverde.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. olá Jo. obrigada pela visita. Sim, tal como diz, é importante ler muito antes, falar com o veterinário do seu cão e recolher opiniões e informar-se muito. Para mim o site do cachorro verde é o mais completo do género e tal como friso quer no texto, quer nos comentários, que leiam o site onde encontram toda a informação necessária. Aqui encontra apenas receitas e ideias do que tenho feito. beijinhos

      Eliminar
  17. Boa tarde mas já li em algumas paginas que não se deve de dar alho aos cães, Gostaria de saber se realmente faz mal ou não. Coloco abaixo o artigo.


    "Alho: extremamente prejudicial se for ingerido por um cão, o alho causa danos graves às células vermelhas o que, por sua vez, pode implicar uma anemia, fraqueza, vómitos e urina avermelhada por parte do cão afetado. "

    http://anossavida.pt/artigos/10-alimentos-que-cao-nao-deve-comer

    Paula

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Paula. obrigada pela visita. tal como na medicina humana, também na medicina veterinária " cada cabeça sua sentença". Existem estudos que contradizem estudos, uns afirmam que um alimento faz mal, outros dizem que faz bem. O ideal a fazer é ler muito sobre o assunto, consultar várias opiniões de veterinários diferentes, porque até com a diferença de idade, as opiniões dos veterinários são diferentes. Por exemplo, no site cachorro verde dizem que se pode dar carne de porco, mas sempre ouvimos dizer que não se devia dar, porque era uma crane " impura", isto porque os porcos, no campo se alimentavam de tudo, atualmente os porcos já são alimentados basicamente a rações. Em relação ao alho, sempre ouvi dizer que era tóxico, tal como a cebola. Mas estudos recentes e, mediante opinião de veterinários com quem falei, uma lasca pequena de alho cru pode ser dada aos cães , sendo óptimo como desparasitante. Não falamos de dar um dente de alho inteiro por dia, mas de uma pequena lasca, porque tudo o que é excessivo faz mal, seja o que for. Por isso sublinho sempre que não se deve mudar a dieta dos nossos cães sem consultar um veterinário que se comprometa a seguir o nosso animal, sabendo que ele come comida caseira, e mediante essa avaliação , será o mais indicado para nos ajudar a traçar a melhor dieta para o nosso animal.
      Espero ter ajudado.
      beijinhos

      Eliminar
  18. Boa tarde.
    Adorei este blog.
    Uma duvida, estas receitas dá para dar a uma cadelinha de 6 meses?

    Beijinhos

    Ana Silva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana. obrigada pela visita. Qualquer cão em qualquer idade pode comzer comida caseira, o que muda é o tipo da alimentação consoante a idade, carcaterísticas, problemas de saúde, etc. Primeiro aconselho que fale com o veterinário que a segue, para que ele dê a sua opinião, laguns veterinários são totalmente contra, outros a favor mas é importante que ele saiba para a poder seguir sabendo o tipo de alimentação que ela faz. Cada vez me convvenço mais que rações de gama baixa e média não são as melhores para os nossos animais, porque se formos a ver como pode uma ração de 20 kg a 10 €, por exemplo, ter qualquer espécie de carne?? Mas é uma opinião minha. Rações premium são boas, mas não são acessíveis a todas as bolsas. Por isso se decir avançar com a dieta caseira para a sua cadelita aconselho que leia muito antes e que leia o site do cachorro verde , o qual eu sigo para alimentar os meus cães, com excepção da Bobya, que por diversos problemas de saúde come apenas ração, os outros comem comida caseira com carninha que é o que mais precisam. No caso da cachorrinha, como está em crescimento talvez tenha de fazer um suplemento de cálcio, mas o site explica tudo. Já cá tive um cachorrinho temporáriamente até ser adoptado e começou por comer também comida caseira e adorava. Tudo pesado, tudo á conta, é uma boa opção para os alimentar com qualidade. Espero ter ajudado. beijinhos

      Eliminar
  19. Amei as receitas,muito boas vou fazer para o aniversario de minha cachorrinha e vai ser sucesso!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dizeim. Ainda bem que gostou. Nunca esquecer que sal, açúcar e outras guloseimas nunca devem ser dadas aos cães.

      Eliminar
  20. Bom dia...
    Tenho o meu primeiro cachorra, ainda so tem 5 semanas, ele ja pode comer esse biscoitos?

    Obrigada pela atençao...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vera. Com 5 semanas é ainda muito bebé para comer biscoitos de "mimo". Com 2 meses já poderá comer mas fale sempre com o seu veterinário antes.

      Eliminar
  21. Parabéns pelo seu blog, vou tentar prepará-las, gostei muito de saber quais os ingredientes que os animais podem consumir sem problemas!!! Parabéns mais uma vez! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Binha. Obrigada pela visita. Há muitos ingredientes que os cães podem comer. Mas têm de ser cozinhados para eles, sem sal, sem açúcar, sem gorduras que façam mal. Mas antes de mudar a alimentação do seu animal consulte sempre o seu veterinário.

      Eliminar
  22. Amei o blog, principalmente por conter receitas caseiras para alimentação de cães, minha cadelinha é alérgica e estou deixando de dar somente ração.

    ResponderEliminar
  23. Amei o blog, porque cuido de animais de rua e sustenta-los apenas com ração está muito difícil. Com certeza começarei a cozinhar para eles ainda hoje. Obrigada!

    ResponderEliminar
  24. Amei as dicas. Como cuido de animais de rua, está ficando muito difícil sustentá-los apenas com ração. Com certeza já começarei testando as receitas hoje. Obrigada!

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita. Deixe o seu comentário, é sempre bem-vindo a este cantinho. Responderei assim que poder.